Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Imprensa Notícias 2020 setembro Feira de animais de Canafístula reabre após pandemia
14/09/2020 - 17h40m

Feira de animais de Canafístula reabre após pandemia

Retorno foi garantido mediante ao cumprimento das regras de segurança na prevenção a covid –19 estabelecidas pelo protocolo sanitário da Adeal

Feira de animais de Canafístula reabre após pandemia

Texto de Dorgival Junior

Suspensa desde março passado, por conta da pandemia da Covid – 19, a feira de animais de Canafístula de Frei Damião, localizada no município de Palmeira do Índios, retomou as atividades, nesta segunda-feira, 14, após autorização da Adeal.

A feira, que em dias normais movimenta mais de mil animais reabriu mediante a aplicação das medidas de prevenção ao novo coronavírus determinadas no protocolo sanitário da agência de defesa agropecuária de Alagoas. 

Para ter acesso a feira, além da obrigação do uso de máscara em todo a área do evento, os participantes tiveram verificada a temperatura na entrada, além de receber álcool em gel para a higienização das mãos. 

O uso de máscara e gel, além da exigência do distanciamento social, também foi obrigatório no prédio onde os criadores solicitavam a emissão da Guia de Transito Animal (GTA). A ação foi realizada por agentes da secretária de Saúde de Palmeira dos Índios.

Nesta reabertura, a feira, que também tem a comercialização de suínos caprinos e que tem início às 5h da manhã se estendendo até às 13h, registrou apenas 20% da sua capacidade de operação em dias normais.

“A gente estava esperando essa retomada. Não teve o movimento esperado. Mas, ela voltou na hora certa e na próxima semana estarei aqui de novo”, afirmou o criador Antônio Orízio, que comercializa bovinos na feira de gado de Canafístula.

Na oportunidade, a equipe técnica da Adeal também realizou exames clínicos de animais escolhidos de forma aleatória, além de ter dado orientações aos criadores sobre o protocolo sanitário e sobre a importância de vacinar o rebanho de bovídeos contra a febre aftosa.

“Canafístula foi a feira pioneira neste retorno pós pandemia, cumprindo todos os pré-requisitos e normativas tanto de biossegurança, quanto de funcionalidade exigida pela Adeal. A proposta da Adeal e da Secretaria de Estado da Agricultura, é que a gente consiga padronizar a ocorrência das feiras nestes dois aspectos. Com isso, no final de tudo, esperamos conseguir elevar a qualidade dos produtos gerados pelos criadores. São pequenas exigências, regras sanitárias, fiscalizadas pelos órgãos competentes municipais para que tudo ocorra da melhor maneira possível, sempre pensando na sanidade animal e principalmente na qualidade do alimento que será gerado e oferecido as famílias alagoanas”, destacou o presidente da Adeal, Isaac Albuquerque.

“As feiras de animais já estão acontecendo. A de Palmeira dos Índios foi a primeira a voltar e cabe as prefeituras procurar a Adeal para que possam implementar o protocolo sanitário para o retorno de acordo com a portaria 549 de 2020”, afirmou o assessor executivo de Defesa Agropecuária da Adeal.

Ações do documento