Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Imprensa Notícias 2019 maio Parceiros se reúnem para discutir o avanço da Rota da Fruticultura em Alagoas
07/05/2019 - 18h00m

Parceiros se reúnem para discutir o avanço da Rota da Fruticultura em Alagoas

A Seagri-Al vem apoiando de forma estratégica o programa Rota da Fruticultura

Parceiros se reúnem para discutir o avanço da Rota da Fruticultura em Alagoas

O Comitê Gestor do Polo da Fruticultura Alagoana, realizou no dia (7) de maio, a 1ª reunião de planejamento sobre a Rota da Fruticultura em Alagoas. O tema foi discutido no auditório da Embrapa ‘Tabuleiros Costeiros’, no Campus da UFAL, em Rio Largo/Al. Mapa estratégico; análise; priorização e elaboração dos projetos para a Rota da Fruticultura; utilização da ferramenta Canvas; implantação da central de produção de mudas e a unidade de beneficiamento de frutas fizeram parte da programação.

A Seagri-Al vem apoiando de forma estratégica o programa Rota da Fruticultura. Em Alagoas, o projeto é coordenado pela Cooperativa Agropecuária Regional de Palmeira dos Índios (Carpil) e tem como objetivo, a inclusão e a interação entre os setores econômicos, visando ampliar a produtividade e lucratividade da fruticultura nos municípios alagoanos. Parceiros como: MDR, MAPA, Codevasf, Sebrae/Al e secretarias municipais de Agricultura, vêm trabalhando de forma integrada para o avanço dessa temática.

Para Luciano Barros, superintendente de Inclusão Produtiva da Seagri-Al, o desenvolvimento da Fruticultura gera riqueza para todos. “Esse projeto, impulsiona o desenvolvimento sustentável rural e urbano, gerando riqueza e dignidade para todos”.

Nos últimos meses, a fruticultura em Alagoas vem se expandindo de forma sustentável, por meio de oficinas, seminários e reuniões com membros de instituições, órgãos públicos, técnicos, pesquisadores, coordenadores do Arranjo Produtivo Local (APL) e gestores de secretarias municipais de agricultura.

Participaram da reunião, a secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas (SEAGRI-AL), Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Sociedade Brasileira de Frutas (SBF), Cooperativa Agropecuária Regional de Palmeira dos Índios (CARPIL), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF), Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (EMATER), Banco do Brasil, Federação das Associações Comunitárias de Palmeira dos Índios (Facompi) e associações comunitárias.

Ações do documento