Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Imprensa Notícias 2019 agosto Dia de Campo sobre palma forrageira atrai agricultores
23/08/2019 - 12h00m

Dia de Campo sobre palma forrageira atrai agricultores

Evento, ocorreu em Batalha, na Unidade de Referência Tecnológica do Projeto Forrageiras para o Semiárido

Dia de Campo sobre palma forrageira atrai agricultores

Texto e fotos Ronaldo Lima 

 
Dividido em quatro estações de pesquisas, o Dia de Campo sobre palma forrageira atrai agricultores das regioes do Agreste e Sertão Alagoano, nesta sexta-feira (23), no Parque Mais Amaral, em Batalha. 
 
As visitas técnicas foram realizadas na Unidade de Referência Tecnológica (URT) do Projeto Forrageiras para o Semiárido - Pecuária Sustentável, uma das 13 distribuídas entre o Nordeste e o norte de Minas Gerais, onde pesquisadores e técnicos trabalham na identificação de plantas forrageiras que se adaptam melhor ao clima de cada região. 
 
Para o secretário de Estado da Agricultura, Sílvio Bulhões, o Dia de Campo sobre palma forrageira traz informações importantes para os produtores rurais, já que apresenta alternativas de culturas adaptáveis para a região, principalmente em períodos de pouca chuva.
 
"PElas pesquisas é notavel que a palma forrageira é uma alternativa para que os agricultores possam tocar suas atividades na pecuária com rendimentos satisfatórios", afirma Sílvio Bulhões, gestor da Seagri. 
 
Rafael Dantas, pesquisador da Embrapa Semiárido, explica que os resultados das pesquisas em Alagoas estão sendo satisfatório, O que passa ser extremamente relevantes para as espécies de palma para a região do Sertão e o do Agreste alagoano.
 
"Ressaltamos que os resultados dos materiais pesquisados como palma, milheto e capim são satisfatórios com a realidade da região", confirma Rafael Dantas, da Embrapa. 
 
Outro ponto de destaque no Dia de Campo foi um aplicativo sobre planejamento e orçamento forrageiro, uma ferramenta móvel que auxilia produtores do Semiárido no processo de planejamento alimentar dos recursos forrageiros de diversos sistrmas de produção. 
 
O evento foi uma iniciativa da Federação da Agricultura, Senar e Embrapa, com apoio da Seagri e Emater. 
Ações do documento