Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Imprensa Notícias 2018 Março Alevinos são usados no combate ao mosquito da dengue
12/03/2018 - 09h49m

Alevinos são usados no combate ao mosquito da dengue

Controle biológico ao Aedes aegypit é uma parceria entre a Seagri e prefeitura de Santana do Ipanema

Alevinos são usados no combate ao mosquito da dengue
Texto de Ronaldo Lima

No Sertão alagoano, a população já passa a contar com aliados no combate ao mosquito Aedes aegypit, transmissor da dengue: os alevinos de tilápias. O controle biológico é uma parceria entre a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) e a secretaria municipal de saúde de Santana do Ipanema.

Dados da coordenação municipal de Endemias revelam que na comunidade Areia Branca, zona rural de Santana do Ipanema, o índice de infestação predial do mosquito da Dengue foi reduzido de 9,05 para 2,81. A redução foi possível com a utilização dos alevinos no combate às larvas do Aedes aegypit.

Normanda Santiago, secretária municipal de saúde, destaca que a parceria com o governo de Alagoas, por meio da Secretaria da Agricultura, é de grande importância nessa estratégia de combate ao mosquito transmissor da Dengue e vem ajudando a população nessa guerra. “Com essa ação está sendo possível reduzir ainda mais os índices de infestação do mosquito nas comunidades”.

Para o secretário Executivo de Políticas Agropecuárias da Seagri, Manoel Henrique, essa ação conjunta entre o governo de Alagoas e a prefeitura de Santana do Ipanema tem possibilitado um trabalho pelo bem estar da população, no combate às doenças transmitidas pelo mosquito da Dengue.

“Pela comprovação da diminuição de larvas do mosquito é possível perceber que o trabalho conjunto das duas instituições tem ajudado na melhoria da qualidade de vida de milhares de pessoas, tanto na zona urbana como na zona rural”, afirma o secretário Executivo da Seagri.

Desde 2015, a superintendência de Aquicultura da Seagri vem fazendo a distribuição de alevinos ao município de Santana do Ipanema. No total, já foram utilizados 35 mil alevinos em cisternas e reservatórios de água nas residências para o combate às larvas do Aedes aegypit.

Como informa Gildo Gomes, coordenador municipal de Endemias, para facilitar ainda mais o trabalho com os alevinos, foi montado um “berçário”, na sede da secretaria municipal de saúde, onde eles são depositados para serem usados nos domicílios. “Quando os alevinos são colocados nas cisternas, percebe-se que as larvas desaparecem”.

Rosângela Tenório, moradora do povoado Areia Branca, constata que o trabalho dos agentes de endemias com o uso dos alevinos melhorou e muito com a diminuição das larvas do mosquito em sua residência. “Está sendo um bom trabalho, ajuda a combater o mosquito da dengue e evita doenças em casa”.

Luciano Barros, superintendente de Aquicultura da Seagri, informa que os municípios que tenham interesse pelos alevinos de tilápias para o uso de combate ao mosquito Aedes aegypit, podem encaminhar ofício à Seagri. “Nosso objetivo é atender da melhor forma possível às demandas dos municípios”.

Ações do documento